Promoção!

Prova Psicográfica no Direito Processual Brasileiro, A – 2ª Ed. – 2017

R$ 120,00 R$ 96,00

em 2x de R$ 48,00 s/ juros

Em estoque

REF: 9788584409549 Categoria Tag:

Descrição do produto

Sobre a primeira edição deste A prova psicográfica no Direito Processual brasileiro, escreveu a eminente Ministra do colendo Superior Tribunal de Justiça e Corregedora-Nacional de Justiça Nancy Andrighi: “Estimado colega Dr. Augusto, Receba o meu aplauso efusivo pelo seu trabalho de valor inestimável em vossa obra “A prova psicográfica no Direito Processual Brasileiro” que, tenha a certeza, muito me ajudará na árdua tarefa de julgar”.

Sobre a primeira edição deste A prova psicográfica no Direito Processual brasileiro, escreveu a eminente Ministra do colendo Superior Tribunal de Justiç Nancy Andrighi: “Estimado colega Dr. Augusto, Receba o meu aplauso efusivo pelo seu trabalho de valor inestimável em vossa obra “A prova psicográfica no Direito Processual Brasileiro” que, tenha a certeza, muito me ajudará na árdua tarefa de julgar”.

O professor Humberto Theodoro Júnior, arauto do Direito Processual brasileiro, brasileiro, também por ocasião da primeira edição, congratulou o autor “pela corajosa abordagem de um tema tão complexo e hermético”.

E coube a Paulo Roberto de Gouvêa Medina, professor titular de Direito Processual Civil da faculdade de Direito da Universidade Federal de Juiz de Fora e Conselheiro Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, trazer o seguinte relato: “Lembro-me de que, há alguns anos, por ocasião de congresso de direito processual civil, aqui realizado sob os auspícios da OAB, acompanhava o Prof. José Carlos Barbosa Moreira até o Hotel Ritz, tendo ao nosso lado o então jovem processualista Luiz Guilherme Marinoni, quando este indagou nosso grande mestre acerca de bibliografia em torno do tema e o Prof. José Carlos respondeu-lhe não conhecer obra específica que dele se ocupasse. (…) A observação que acabou de fazer diz tudo do que penso sobre o seu livro e da contribuição relevante que ele traz à nossa bibliografia. É um estudo corajoso e pioneiro, em que, afrontando preconceitos, num país dominado pela religião católica, e trabalhando em terreno difícil e árido, num meio habituado à repetição de ideias velhas (quando muito revestidas de roupagem nova), proporcionou-nos alvissareira e substanciosa notícia sobre o tema. Se há, hoje, algo de novo na doutrina processual brasileira, que fuja ao ramerrão em que se perdem os novidadeiros ou ao artificialismo com que se comprazem os expositores de teorias bizantinas -, a novidade está, realmente, no seu livro. Creio que, no ordenamento jurídico brasileiro, a aceitação da prova psicográfica passa pela aplicação, por parte do juiz, das máximas da experiência. Na medida em que o magistrado possuir boa formação filosófica, ser-lhe-á possível analisar as provas produzidas – inclusive cartas psicografadas – com mais largueza, o que acabará redundando na formação de jurisprudência sensível a esse tipo de prova. De qualquer modo, vedar a aceitação da prova psicográfica, como pretendem projetos de lei referidos em seu livro, é uma extravagância, que destoa e aberra do sistema probatório adotado pelo nosso processo. Não é razoável considerar como ilegítimo esse tipo de prova. No caso concreto, a prova produzida por, até, ser descartada como inverossímil ou insuficiente, mas estabelecer, a priori, que tal prova não pode ser aceita, implica um cerceamento do direito à prova.”

Eis a segunda edição, inteiramente revista, ampliada e atualizada de acordo com o novo CPC, com a qual o tema continua a instigar, ainda mais, aqueles que buscam estudar adequadamente a matéria, sob o inexorável crivo do Direito e da Ciência.

Informação adicional

Peso570 g
Páginas

400

ISBN9788584409549
AutorSilva, Augusto Vinícius Fonseca e

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Prova Psicográfica no Direito Processual Brasileiro, A – 2ª Ed. – 2017”